100 MEC'S em Formao Permanente

Partilha de "alegrias" e de "dificuldades" encontradas na vivncias deste ministrio

Neste Ano Pastoral 2017/2018, continuando com o tema “A Fé dá sentido(s) à vida” e este ano com o subtema "Muitos desejaram ver o que vós vedes e não viram e ouvir o que vós ouvis  e não ouviram" (Mt 13,17), decorreram em novembro três encontros de Formação Permanente para MEC, em Abrantes, Alcains e Sertã. O número dos participantes foi uma centena.  
A formação foi coordenada pelo Secretariado Diocesano de Liturgia, com temas relacionados com o serviço aos doentes a partir dos textos do Papa Francisco aos doentes em 13 de maio e de D. António Marto em 13 de outubro 2017, os dois no contexto das Celebrações do Centenário das Aparições de Fátima.
Houve também o testemunho vocacional e de missão da Irmã Emília, Franciscana Missinária de Maria, na vivência deste e de outros ministérios eclesiais e um tempo de trabalho de grupos para facilitar o diálogo e a troca de experiências entre todos, com a sugestão de partilha de “alegrias” e de “dificuldades” encontradas na vivências destes ministérios e a apresentação de perguntas para melhor servir as comunidades com o serviço eclesial destes ministérios, respondidas depois no plenário que concluiu o tempo dos trabalhos programados para o dia.
Como momento final e ponto alto e “cume e fonte” deste dia de formação permanente a celebração da Eucaristia.
No final destas belas jornadas, a alegria pela experiência feita e o compromisso de melhor servir Deus, com o amor à Eucaristia e os irmãos, com o amor concreto na vivência deste serviço eclesial.
Já antes tinha feito a sua formação permanente o grupo de 17 MECDEAP (Ministro Extraordinário da Celebração Dominical e das Exéquias na Ausência do Presbítero) e a fará no próximo sábado, em Abrantes, o grupo dos MECDAP (Ministro Extraordinário da Celebração Dominical na Ausência do Presbítero)
 

 

SDLpcb