Conselhos Paroquiais para os assuntos Econmicos

Durante o ms de Novembro de 2009, todos os Procos da Diocese tero de propor ao Ordinrio Diocesano os elementos que iro constituir o novo Conselho Econmico Paroquial que ser nomeado por trs anos e s poder ser reconduzido por mais dois mandatos consecutivos.

DOM ANTONINO EUGÉNIO FERNANDES DIAS, por mercê de Deus e da Santa Sé Apostólica, Bispo de Portalegre-Castelo Branco.

Aos que este Nosso Decreto virem, Saúde, Paz e Bênção em Nosso Senhor Jesus Cristo.

DECRETO

Havendo necessidade de harmonizar e regulamentar os Conselhos Paroquiais para os assuntos Económicos (C. 537 e 1280), depois de ouvir o Conselho Presbiteral e o Clero de Arciprestados, decreto o seguinte:


1º- Prorrogo todos os anteriores e actuais Conselhos Económicos Paroquiais até ao dia 31 de Dezembro de 2009.


2º – Durante o mês de Novembro de 2009, todos os Párocos da Diocese terão de propor ao Ordinário Diocesano os elementos que irão constituir o novo Conselho Económico Paroquial que será nomeado por três anos e só poderá ser reconduzido por mais dois mandatos consecutivos.


3º - Mesmo que os membros escolhidos para o Conselho Económico Paroquial que iniciará o seu mandato em Janeiro de 2010 já façam parte do Conselho Económico anterior, este mandato, a começar em 2010, contará como o primeiro dos três possíveis. Quando, por mudança de Pároco ou outras razões previstas, houver necessidade de renovar ou substituir o referido Conselho, o mandato só lhe será homologado até ao final do triénio em curso seja qual for o tempo que reste para o fim do mesmo.


4º – Esta harmonização do fim dos mandatos vem facilitar a programação de uma adequada e necessária formação permanente para que estas pessoas possam desempenhar com o Pároco a importante missão eclesial de conservar, defender, usar e criar, se necessário, o património e bens paroquiais, nos termos dos Cânones 1281 a 1288 e dos Estatutos Diocesanos para Administração das Paróquias.


5º - Os membros escolhidos para pertencerem aos Conselhos Económicos não devem ocupar cargos políticos ou outros cargos públicos que venham a prejudicar a sua missão eclesial ou a favorecer uma certa confusão de competências ou de campos de acção. Se, porventura, desejarem candidatar-se a esses cargos que também são precisos e importantes na comunidade, é bom que o façam, mas, antes do início da campanha eleitoral, deverão pedir a suspensão do seu cargo no Conselho para os Assuntos económicos da Paróquia.


Dado em Portalegre, aos 10 dias do mês de Março do ano 2009.

+ Antonino Eugénio Fernandes Dias
Bispo da Diocese de Portalegre-Castelo Branco
 

 

Enviar Imprimir
Procure a informao que deseja no seu site da diocese!
Próximos eventos

Acampamento de vero

05 Julho 2018
entre as h m
e as h m
Dia:
poca:
Diga o que acha do novo site da Diocese de Portalegre - Castelo Branco. Escreva aqui um comentrio. Participe nesta mudana.