Um Natal com sabor a casa

28/12/2017 Critas Diocesana

Convergncia de vontades e esforos tornou possvel o almejado regresso a casa de 11 Famlias.

 No passado mês de Agosto, a Cáritas Diocesana assumiu o compromisso de reconstrução de 15 habitações ardidas nos Incêndios Florestais, na área da Diocese de Portalegre – Castelo Branco, a maior área ardida nos incêndios florestais do verão passado.

Foi por entre o clamor das famílias que choravam de dor pela perda do seu património pessoal e com ele, parte da sua história que desaparecia na voragem das chamas; da luta e do clamor dos autarcas perante a injusta distribuição dos meios de combate aos incêndios; do sofrimento dos párocos que juntaram a sua dor à dor das famílias das suas comunidades, que não lhes regatearam o seu labor, numa presença permanente, de ajuda espiritual e também material; foi neste ambiente que a Cáritas Diocesana, conjuntamente com os párocos visitaram as famílias afectadas, os territórios ardidos e algumas zonas ainda em combustão.

No imediato a Cáritas, numa tentativa de devolver a esperança às famílias que viram os seus bens consumidos pelas chamas, assumiu o compromisso de reconstrução das suas habitações, para que a maioria pudesse passar a noite de Natal nas novas casas reerguidas das cinzas. Isso foi possível fruto da convergência de boas vontades entre a Cáritas Diocesana, as Paróquias, as Autarquias e os Empreiteiros, que cumpriram o caderno de encargos e dedicaram um cuidado especial a este trabalho.

No mês de Novembro foi entregue uma casa em Vila de Rei. No início de Dezembro, foi entregue uma em Torre Cimeira, concelho de Gavião. No dia 21 de Dezembro, com a presença do senhor Dom Antonino, nosso Bispo, foram entregues nove casas no concelho de Mação. Oito reconstruídas com verbas da Cáritas Diocesana através da conta “Cáritas com Portugal abraça Vítimas dos Incêndios” e uma com verbas da Paróquia de Mação. Já no mês de Setembro duas empresas familiares reataram a sua actividade após a aquisição, pela Cáritas Diocesana, de equipamentos ardidos. No próximo mês de Janeiro prevê-se a entrega de mais três habitações, uma em Aldeia do Mato, concelho de Abrantes, uma em Vila de Rei e uma em Sarnadinha, concelho de Vila Velha de Ródão. A última casa a ser construída, em Aldeia do Mato, concelho de Abrantes, ficará concluída no mês de Maio, por se tratar de uma construção nova. Até ao momento foram despendidos 134.894,49 €.

Entretanto, a Cáritas Diocesana, relativamente aos incêndios ocorridos no dia 15 de Outubro que atingiram o Concelho de Oleiros, nas paróquias de Álvaro, Mosteiro, Madeirã e Sobral, assumiu o compromisso de reerguer 32 instalações para animais no valor previsional de 137.540,00 €. Após a conclusão destas obras, a Cáritas Diocesana vai adquirir 313 animais que morreram e 266 colmeias com os repetivos enxames, cujo valor ainda não é conhecido.

Este trabalho da Caritas Diocesana só foi possível graças ao contributo de várias pessoas, paróquias e da generosidade dos portugueses que, mais uma vez, confiaram à Cáritas uma verba importante, através do depósito na conta “Cáritas com Portugal abraça Vítimas dos Incêndios”, e ao contributo das comunidades cristãs que, por deliberação da Conferência Episcopal Portuguesa dedicaram o ofertório das Eucaristias do primeiro domingo de julho às vítmas dos incêndios.

Na nossa Diocese, este ofertório, totalizou 24.364,90 €.

Colaborador
Enviar Imprimir
Procure a informao que deseja no seu site da diocese!
Próximos eventos

2 Novos MEC/MECDAP

03 Fevereiro 2018

Conselho Diocesano de Pastoral

03 Fevereiro 2018

Conselho Presbiteral

06 Fevereiro 2018

Dia Diocesano do Aclito

10 Fevereiro 2018
entre as h m
e as h m
Dia:
poca:
Diga o que acha do novo site da Diocese de Portalegre - Castelo Branco. Escreva aqui um comentrio. Participe nesta mudana.